AVISO DE SINISTRO

Data: 25/08/2012

Para ter desconto, opção é contrato com valor determinado

No último dia deste mês pode terminar o incentivo do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) para a compra de carros novos, mas o benefício não reflete de imediato no valor dos seguros.
O alerta é da ProTeste, associação nacional do consumidor.

"Muita gente pensa que o IPI reflete na hora de fazer o seguro por falta de informação. Não é desta forma que funciona o mercado", diz a coordenadora Maria Inês Dulci.

O preço que o consumidor vai pagar pelo seguro depende de muitas variáveis.

Com a redução do imposto, diz, não há uma redução imediata do preço porque muitas seguradoras usam como referência a tabela da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), atualizada todo mês com o preço médio dos veículos no Brasil.

Dicas

Por isso, emenda, o impacto no valor do seguro pode demorar um pouco mais e não ser de imediato.

O conselho é que o consumidor pesquise preços antes de assinar o contrato com a seguradora, mas a ProTeste dá outras dicas de como baixar o preço.

Para conseguir um abatimento, o ideal é contratar um seguro na modalidade valor determinado e não na modalidade valor de mercado referenciado (geralmente atrelada à Tabela Fipe).

"No valor determinado o segurado recebe de indenização o valor combinado antes com a seguradora, no início do contrato", explica.

O consumidor pode assumir uma maior participação em caso de prejuízo com o carro.

Se o sinistro estiver um pouco acima da franquia, é aconselhável ao dono não acionar o seguro e arcar sozinho com o reparo, o que lhe dará garantia de bonificação na renovação e desconto no próximo seguro, comenta a coordenadora do ProTeste.

Luciene Garcia



 

Voltar